sábado, 21 de junho de 2008

Amigos são árvores...

Passei esta última semana em Natal – RN, fazendo um curso de estratégica negocial do Banco do Brasil. Nem preciso dizer que quando fiquei sabendo que o curso seria em Natal, fiquei por conta muito feliz. Afinal o Estado do Rio Grande do Norte sempre foi alvo de minhas admirações: Baia Formosa, Pipa e agora Natal.
Mas o motivo principal de me sentar diante do computador neste momento é pra falar em especial às grandes amizades que fiz nesta semana e que permanecerão para sempre.
Já fiz vários cursos presenciais em cidades diferentes e em cada um conhecemos gente nova, compartilhamos alguns bons momentos, nos divertimos e aprendemos bastante.
O que me chamou a atenção é que neste último curso foi onde encontrei as pessoas mais sinceras, divertidas e unidas de todas as outras turmas anteriores que já participei. Cada minuto foi realmente marcante.
Cada um do seu jeito, com sua personalidade contribuiu de forma espetacular pra o êxito comum. Alguns mais espontâneos outros mais tímidos, uns mais sérios, outros brincalhões, alguns eram verdadeiros artistas, atores, poetas...
Ontem, já no ônibus, quando retornava à João Pessoa, enquanto lembrava alguns momentos da semana. Passou pela cabeça que será muito difícil reunir todos novamente, afinal são vindas e vidas, caminhos diferentes, realidades e histórias também diferentes.
O importante é saber que sim, podemos fazer dessa convivência uma semente plantada e não uma amizade de contrato, com data e hora de vigência. Pois, a maior árvore que nossos olhos já viram e que nossa mente possa imaginar, um dia foi apenas uma pequena semente plantada. E pra plantar uma semente não é necessário muito tempo, basta levá-la ao solo e regá-la sempre.
Quem sabe de uma simples conversa no ônibus não cresce uma grande amizade? Espero que sim.

Um grande abraço a todas as futuras árvores:


Aguinaldo, Ana Claudia, Alessandro, Arthur, Augusto, Bruno, Carlos, Diego, Érik, Eduardo, Ezequiel, Juciano, Klidson, Luiza, Marconi, Marcus, Marcos, Paulo, Ranielle, Robson, Suelane, Sylvânia, Vanessa,
e Nara.

André

5 comentários:

  1. Amanda Literária22 de junho de 2008 04:25

    Meu amigo andre...
    Pensei que estivesse abandonado o navio.
    Dessa vez vc demorou pra atualizar o blog, mas fico feliz, afinal, antes tarde q nunca.
    Vc sabe q sou sua fã de carteirinha, amo os seus textos de coração. É incrível como vc passeia com as palavras pra relatar algo q muitos diriam: "foi ótimo! Muito bom! Excelênte!"
    E por falar em árvores... hj nossas sementes foram regadas.
    Espero um dia poder te conhecer pessoalmente.
    Se tiver um tempinho, o meu site também está atualizado...
    Beijos
    Amanda

    ResponderExcluir
  2. Tem gente que entra na nossa vida e faz uma diferença enorme.

    A amizade, como você mesmo disse, a gente cultiva. Felizes aqueles que conseguem criar belíssimas árvores, únicas em todo o seu contexto. Cada qual com a sua peculiaridade, sua essência própria. Diferentes árvores, mas sem hierarquia de valores. Todas com a mesma relevância, independentemente das diferenças.

    Amigos... Dádivas!

    ResponderExcluir
  3. Amei o texto andré.
    O problema é q as vezes não basta só regar...
    Existem plantas que requerem um cuidado especial, são mais sensíveis. Para elas um pouco de água é pouco e por mais q façamos nunca conseguimos agradar tais pessoas.
    Falo isso pois tenho uma amiga assim...
    Se cuida,
    Beijo
    Mari

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do seu blog e gostei mais ainda do texto sobre "Sucesso"
    A maioria das pessoas mal resolvidas, socialmente e financeiramente deveriam ler cada frase e fazer uma reflexão sobre suas vidas.
    Mas acho que elas não chegariam ao final do primeiro concelho
    Valeu!!

    ResponderExcluir
  5. Adorei seu blog, é fantástico! Abraços!

    ResponderExcluir

Espero que tenha gostado do que acabou de ler.
Comentários inteligentes são um excelente cartão de visitas:

Total de visualizações na última semana